Qual é o seu modelo de gestão: Profissional ou Intuitivo?

0
63

Posso afirmar aqui, sem nenhuma sombra de dúvida que é um grave erro a gestão por intuição. Usar o assim chamado “sexto sentido” para administrar um negócio indica claramente uma irresponsabilidade com a sociedade, investidores, clientes e colaboradores.

Que não pense o gestor inexperiente que o modelo de gestão por intuição vai funcionar por vários anos. O negócio só sobreviverá se o modelo de gestão for profissional, ou seja, conduzido com base em experiências anteriores, com avaliação específica e práticas de ferramentas de gestão comprovadamente eficazes — desta forma sim, diminuirá drasticamente as chances do insucesso do negócio.

Dois caminhos

Todo empreendimento, desde o momento da sua constituição, independente do porte, necessita de um modelo de gestão. Este modelo pode seguir dois caminhos: o profissional ou o intuitivo. O modelo de gestão deve ser orientado por teorias administrativas, vivências, experiências de sucesso ou, então, por tentativas calcadas na inexperiência do seu administrador.

1. A gestão intuitiva, normalmente, é praticada por pessoas que concluíram apenas o ensino fundamental ou o ensino médio, pessoas que têm uma situação financeira estável, ex-empregados que cansaram de prestar contas ao superior sobre cada ato que faziam. Mas sobretudo por pessoas que têm confiança na própria capacidade e que contam com uma determinação enorme de administrar um negócio próprio melhor do que o antigo patrão.

Sem formação e sem bons conhecimentos em gestão empresarial, o gestor “de primeira viagem” corre o risco de tomar decisões sem fundamentos e de não fazer planejamentos, ocasionando situações de endividamento que comprometem a longevidade de qualquer negócio. Outros pontos comuns que podem ocorrer neste caso são a ausência de controle financeiro, a inexperiência na gestão de pessoas (colaboradores) e nenhum conhecimento em marketing. Geralmente, são estas as falhas mais frequentes observadas no perfil do gestor que administra intuitivamente o próprio negócio.

2. O modelo de gestão empresarial, quando usado corretamente, é baseado em conceitos da área de administração e tem o propósito de fazer com que o gestor compreenda melhor os problemas e os comportamentos do ambiente interno e externo que afetam seu empreendimento. A orientação nesse modelo é mais lógica e voltada para tomadas de decisões de uma forma segura e com metodologias comprovadas.

Formação ou curso

Sendo assim, é de total importância para um empresário (iniciante ou não) ter uma formação ou um curso na área de gestão empresarial para conduzir melhor seu negócio. Isso lhe proporcionará uma visão geral de todo o negócio, o que lhe ajudará na hora de tomar decisões, analisar dados e usar ferramentas de gestão adequadas no seu dia a dia. E a consequência disso será uma trajetória com muito menos atropelos e surpresas prejudiciais — rumo ao sucesso.

Qual é o seu modelo de gestão

Preparei um teste rápido para você saber qual é o seu modelo de Gestão Empresarial atual: intuitivo, semi-profissional ou profissional. No final você receberá uma dica que lhe permitirá atualizar seus conhecimentos.

Clique aqui e faça seu teste. Compartilhe com os amigos.

Prof. Alexandre Araújo
Especialista em Esquadrias de Alumínio, Fachadas Pele de Vidro e Glazing e Revestimento em ACM. Certificado na Espanha em Esquadrias com Sistema de Câmara Europeia. Ex-instrutor do SENAI e CEFET. Mestre em Sistemas de Gestão pela Qualidade Total – Organizações e Estratégia e Pós-graduado em Marketing. Professor Universitário. Consultor e Instrutor do SEBRAE. Analista de T&D da AFEAL. Sócio-fundador do Canal do Serralheiro. Autor de três livros.

DEIXE UM COMENTÁRIO